Processo criativo

O publicitário deve antes de qualquer coisa ter um caleidoscópio dentro de si mesmo, um mecanismo de cores, formas, idéias que não seja linear; a partir disto é possível criar qualquer coisa.

O processo criativo não é algo que se aprende, é algo que se cria dentro de si mesmo. Cada indivíduo tem sua forma de pensar, elementos de inspiração diferentes que o levam a crer que algo seja belo, funcional e atrativo. Acredito que este processo não deva ser único, o indivíduo, na publicidade, não precisa passar por todo este processo sozinho, se não, não saberíamos o que é um brainstorm. A publicidade não é como escrever um livro, ou a maioria deles, em que estes tem a essência de uma pessoa, podemos trabalhar em grupo, dividir idéias e experiências e criar uma teia de criatividade dentro de uma equipe que resultam em um trabalho.

Por mais que seja criada, a criatividade não precisa sempre nascer de um marco zero, podemos buscar inspiração em outras pessoas, em livros, em músicas e até mesmo em outras peças publicitárias; o importante é manter-se sempre informado culturalmente e comercialmente, acompanhar as tendência e acima de tudo ter a mente aberta, assim, será mais fácil criar seu próprio processo criativo e tudo irá fluir com mais facilidade.

Write a comment

Comments: 1
  • #1

    Bruna Dutra (Thursday, 25 February 2010 14:41)

    Oi amiga, obrigada ela mensagem no blog! Seu blog tb ta arrasando asism como vc! Não é atoa q ate professores entram aki! Mil bjos