Por que você ri?

Desde que nascemos nós sorrimos, é um movimento que fazemos inúmeras vezes durante o dia e por diversas razões, ele pode indicar variadas reações e sentimentos. Mas porque de fato nós rimos? Como surgiu o riso? É sobre isto que vamos refletir nas próximas linhas deste texto.

De acordo com a filosofia de John Morreal, o primeiro riso da humanidade pode ter surgido como uma expressão de alívio, como ter se livrado de algo perigoso que estava trazendo medo e angústia. Um ataque de riso resulta em um relaxamento que faz com que o organismo não tenha uma resposta ao perigo, e analisando isto em um contexto social, pode demonstrar confiança na companhia de outra pessoa.

Para Freud, o humor funciona como uma espécie de válvula de escape psicológica: impede a pressão do recalque e nos ajuda a lidar com as angústias inevitáveis.

De acordo com diversas pesquisas, o riso quebra barreiras entre as pessoas, e funciona como um conciliador de situações, isso acontece inúmeras vezes também no mundo do trabalho, estudos dizem que quando o chefe sorri, os subordinados também sorriem, isto faz com que o chefe atue como o controlador desta situação, apaziguando a tensão do ambiente coorporativo e conquistando a confiança de seus funcionários.

Segundo a estudiosa da Universidade de Tübingen, Bárbara Wild, rir serve principalmente para criar um sentimento de grupo. O gracejo coletivo faz com que os medos e inibições diminuam e assim as pessoas sentem-se mais próximas umas das outras e lidam mais facilmente com situações desagradáveis.

"O riso é uma filosofia. Muitas vezes o riso é uma salvação. E em política constitucional, pelo menos, o riso é uma opinião". Eça de Queiroz

Na visão dos antropólogos, o riso tem a função de controlar sentimentos negativos, aplacando tensões e o stress, fazendo com que a pessoa se sinta mais relaxada e feliz.

Portanto, de acordo com os estudos e pesquisas, o riso é uma reação do ser humano ao alívio e uma expressão de alegria e bem-estar. Pode ser também uma expressão para transformar algo, como uma situação desagradável em agradável ou até mesmo para melhorar o ambiente no trabalho. Rir pode ser tanto uma causa, quanto uma conseqüência, o riso minimiza dores e multiplica bons sentimentos. Só tome cuidado pra não rir alto quando seu vizinho chato tropeçar na calçada, ok?

 

Michelle Pais

 

Write a comment

Comments: 0